segunda-feira, 20 de abril de 2009

Acontecer - Vivendo o Presente

Já aconteceu alguma coisa na sua vida e quando você para pra pensar, você não chega a nenhuma conclusão do porque está acontecendo? Comigo acontece sempre, não temos explicações para os acontecimentos, apenas temos que deixar que aconteça. Minha vida mudou muito em menos de dois anos. Hoje sou uma nova pessoa, com pensamentos totalmente contrários dos antigos e eu tenho orgulho por ter conseguido superar alguns sofrimentos passados, sofrimentos que hoje em dia ainda insiste em "me pegar" mas quando eu quero eu corro atrás e fujo como o fogo foge da água hehe
Tive uma ajuda especial para conseguir forças, sem ele saber me ajudou, na verdade nem eu mesmo sabia que a presença dele me mudaria! Eu sabia que nada é por acaso mas hoje em dia aceito esta afirmação, com o tempo vemos que quando tem que acontecer as coisas acontecem, querendo ou não.
As vezes por exemplo, fazemos coisas que sabemos que é proibido e mesmo assim a vontade de fazer é mais forte do que a gente. Você esquece a razão e age pela tolice. É complicado, você fica na dúvida de fazer e se arrepender no futuro. É já fiz muitas coisas assim, algumas me arrependi, outras aprendi e outras simplesmente foram os melhores acontecimentos da minha vida.
Sair da Bahia pra vim conhecer meu esposo no Mato Grosso, foi uma aposta muito grande. Afinal, a gente não se conhecia, só conversávamos por internet e telefone. Preferi arriscar, vim com toda emoção no coração, acreditando e confiando muito em Deus. Não sabia como seria se eu não tivesse vindo. E vejo a cada dia que Deus tem nos abençoado e tudo tem dado certo!
As coisas ruins do passado, levo apenas como lições da vida. Tento e peço a Deus para ser sempre melhor do que ontem. Das coisas boas levo cada momento, os detalhes não digo tanto assim, pois sou meia esquecidinha. Cada dia que passa me sinto uma pessoa melhor e diferente. Hoje estou trabalhando, ouvindo música e ao mesmo tempo pensativa, sei que sou feliz e agradeço todos os dias a Deus por isso.
(Jhennifer Cavassola)

Segue um texto do Paulo Coelho...

Todos nós já tivemos, de uma maneira ou de outra, experiências difíceis na vida. Isto faz parte de nossa viagem por esta Terra – e embora muitas vezes pensamos que “as coisas podiam ter acontecido de outra maneira” - o fato é que não podemos mudar nosso passado.
Por outro lado, é uma mentira pensar que tudo que nos acontece tem o seu lado bom; existem coisas que deixam marcas muito difíceis de superar, feridas que sangram muito.

Como, então, nos livrarmos de nossas experiências amargas?

Só existe uma maneira: vivendo o presente. Entendendo que, embora não possamos mudar o passado, podemos mudar a próxima hora, o que acontecerá durante à tarde, as decisões a serem tomadas antes de dormir.

Como diz o velho provérbio hippie:
“Hoje é o primeiro dia do resto da minha vida”.

segunda-feira, 13 de abril de 2009

Por que aliança é usada no quarto dedo?

Uma lenda chinesa conseguiu explicar de uma maneira bonita e muito convincente:

Os polegares representam os pais. Os indicadores representam teus irmãos e amigos. O dedo médio representa a vc mesmo. O dedo anelar (quarto dedo) representa o seu cônjuge.O dedo mindinho representa seus filhos.

Agora junta suas mãos palma com palma, depois, une os dedos médios de forma que fiquem apontando a vc mesmo, como na imagem….
Agora tenta separar de forma paralela seus polegares (representam seus pais) você vai notar que eles se separam porque seus pais não estão destinados a viver com vc ate o dia da sua morte, una os dedos novamente. Agora tenta separar igualmente os dedos indicadores (representam seus irmãos e amigos), você vai notar que também se separam porque eles se vão, e tem destinos diferentes como se casar e ter filhos. Tente agora separar da mesma forma os dedos mindinhos (representam seus filhos) estes também se abrem porque seus filhos crescem e quando já não precisam mais de nos se vão, una os dedos novamente. Finalmente, tente separar seus dedos anelares (o quarto dedo que representa seu cônjuge) e você vai se surpreender ao ver que simplesmente não consegue separá-los. Isto se deve ao fato de que um casal está destinado a estar unido até o último dia da sua vida e é por isso que o anel se usa neste dedo.
.
.
Adorei essa explicação, muitos pais e casais precisam dela. Principalmente as sogras hehe
Gente, de vez enquando fico sem net ou sem pc, tem sido um saco esses dias, mas espero agora está tudo resolvido. Pois estou cansada de ter problemas com esse pc. É incrivel, é só vencer a garantia para os problemas começarem.
Uma linda semana repleta de bençãos!

quarta-feira, 8 de abril de 2009

A Natureza Canta

MÚSICA, MÚSICA, O QUE É? Acho que todo mundo escuta essa pergunta: - Qual sua música preferida? Ou quem sabe: - Que estilo musical você prefere? Com o tanto de som que se atribui à nossa vida habitual, fica difícil a escolha entre o som do vizinho ligado em alto volume, o carro de propaganda que passa na rua, a TV ligada na sala e o radio da mamãe na cozinha. São ruídos que arranham os ouvidos e ao invadir nosso espaço, nem se quer pede licença.
Como ensinar as pessoas a serem mais sutis no que ouvem? A apresentar "bom gosto"? Dificilmente pode se transmitir à pessoa adulta uma nova educação musical. A música que ela ouve faz parte da sua educação desde a infância, do seu cotidiano, do seu mundo, e é impossível modificar este mundo, ainda mais sem oferta de novos padrões. Quanto ao que se ouvem nos meios de comunicação em massa, são gravações impostas pelo mercado, o que se pode esperar? São raras as famílias que curtem em casa “boa música”, para seus filhos se habituarem a este referencial. São raras as mães que ninam seus filhos e cantam para eles canções de roda e folclore. São raros os professores que percebe o quanto essas ricas canções fazem à diferença se bem ensinadas e aproveitadas no desenvolvimento psíquico, mental e motor da criança de todas as classes sociais. É triste ver crianças ouvindo em salas de aulas, gravações de pop stars louras, morenas seminuas e semi-afinadas, o que ainda é mais grave e vê-las repetindo as melodias pobres de letras estúpidas e pouco criativas. Doutrinemos nossas crianças ao menos a ouvirem os sons da natureza, o vento nas folhas das árvores no meio do bambuzal, as gotas de chuva nas poças de barro ou a fúria de um temporal, o latido dos cães na rua, o cio dos gatos e o canto dos pássaros que são singelos e majestosos. Ess
es sons conectados fazem um grande concerto que nos é apresentado todos os dias e de graça. Basta ter os ouvidos ligados e ouvir a música da natureza. O estimulo a esse hábito já é uma grande iniciação e familiariza com as sutilezas da boa música. Sempre quando vejo um pássaro fico a observar. Muitos sons me chamam atenção e fico parada por alguns instantes até escutar direito. Às vezes percebo que tem pessoas me olhando e me achando louca. Porque é isso que acontece quando estamos admirando a natureza, olhando pro céu ou para uma arvore e falando sozinha. Lembro de quando eu ia até a praia ou para o rio São Francisco escutar o som das águas. Eu sentia uma paz tremenda, a música das águas soava nos meus ouvidos. O vento parecia mais um toque de carinho.
É caro leitor, hoje estamos atribulados com tantos sons que esquecemos disso tudo. É muita porcaria, muito som a ser excluído. No Brasil existe um número imenso de sons que se dizem músicas. E sabe por que muitos que se dizem cantores, são obrigados a gravarem 2 cds por ano? Porque é uma concorrência de porcarias. Hoje sai uma porcaria, fica gravado no nosso cérebro, mas logo em seguida queremos outra porcaria, aquela não faz mais efeito. Cantores e bandas como Paralamas, Lulu Santos, Skank, Capital Inicial e outras mais, não precisam disso, ainda fazem sucesso com aquela música dos anos 80, trabalha o cd inteirinho o ano todo ou mais. E quando se escuta aquela música de época o arrepio começa e muitas coisas são lembradas.
Hoje não da pra assemelhar um som que se diz música a um momento especial. Claro que não são todas, algumas ainda se salvam como Vanessa da Mata, Ana Carolina, etcera e tals.

Ainda temos o poder da escolha! Essa porcaria toda depende de nós pro sucesso. E aqui eu PROTESTO!! Protesto contra o funk, protesto contra o pagode baiano,
protesto contra forró que copia sons internacionais, e protesto principalmente contra a bundologia. Todos vocês devem está se perguntando, o que é bundologia? Bundologia é o nome que criei para as mulheres que exibem seus corpos (bunda) e colocam o nome da música. Começou com “Gera Samba” que virou “É o tchan” e agora a coisa está cada vez pior. É Mulher Melancia, é um monte de piriguetes na mídia, o bicho ta danado!!
(Jhennifer Cavassola)
.
.
Ps: A partir de hoje colocarei alguns post's antigos para reelembrar, esse por exemplo faz parte da seleção. Vale a pena ler de novo hehe
<Um beijo a todos e fiquem com Deus>